Dor…

” alguma coisa começou a embolar dentro de mim, apertando, contorcendo e machucando. algumas vezes pensei ter percebido uma ponta de sofrimento naqueles momentos de euforia, como um atriz que sai do papel momentaneamente … aquilo doeu. tenho que admitir que doeu de um jeito que nunca acontecera antes, uma dor surda e vazia que não ia embora. “


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: