Vazia…

 

…Que eu seja forte o bastante para admitir que diante de mim eu permaneço fraca. Procuro desesperadamente por mim. E não vou parar até que eu me encontre.

 

“Provisoriamente não cantaremos o amor,

 que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos

cantaremos o medo, que estereliza os abraços.”
 
______________Carlos Drummond de Andrade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: