Para não sofrer

Para não sofrer eu vou me drogar de outros,
eu vou me entupir de elogios,
eu vou cheirar outras intenções.
Vou encher minha cara de máscaras para não ser meu lado romântico
que tanto precisa de um espaço para existir ridiculamente.
Eu sei o quanto vai ser cansativo correr da dor,
Mas vou correr até minha última esquina.
Suor frio da corrida, sempre com sorriso duro no rosto
e o medo de não ser nada daquilo que você me fez sentir que eu era.
Muita maquiagem para esconder os buracos de solidão.
Muita roupa bonita para esconder a falta de leveza e de certeza do meu caminho.
Para não sofrer, não vou permitir silêncios porque é aí que o meu fundo transborda
e a tristeza pode me tomar sem saída.
Eu vou continuar deixando a minha cabeça me martelar porque toda essa confusão
é ainda menos assustadora do que a calmaria da verdade.
A verdade é que não dá para fugir da dor,
e eu continuo correndo, correndo, correndo
e não saindo do mesmo lugar…

Autor desconhecido

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: