Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa… Alguma segurança… Invento historinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força… Mas a sensação de estar sozinho não me larga… Algumas paranóias, mas nada de grave… O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada… Estou todo sensível, as coisas me comovem…

(Caio F. Abreu)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: